Parceria com a Universidade Católica de Petrópolis torna possível mobilidade nacional

Parceria com a Universidade Católica de Petrópolis torna possível mobilidade nacional

A história emana do Museu Imperial em Petrópolis, seja por meio da edificação inaugurada em 16 de março de 1943, seja pelos quase 300 mil itens que o integram. Mas, no berço de tantas referências a reis e rainhas, não só os legados da monarquia carregam memórias. Dez anos após a inauguração do museu, era fundada a Universidade Católica de Petrópolis, primeira instituição de ensino superior da cidade e, a partir desta semana, parceira do Unilasalle-RJ. Na última segunda-feira, dia 10, as instituições firmaram acordo de cooperação cultural, educacional e científica, o que possibilitará aos alunos participarem de programa de mobilidade entre ambas.

Para estreitar ainda mais a relação próxima que as IES já possuíam, a reitoria do centro universitário recebeu os visitantes no Espaço Conecta. Assinaram o documento representando a Católica de Petrópolis, o reitor, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa, o vice-reitor, Marcelo Vizani Calazans, e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Sérgio de Souza Salles. Os nomes em breve serão familiares aos discentes que optarem pela mobilidade. Com o contrato, os lassalistas, tanto da graduação quanto futuramente da pós, passam a poder estudar de seis meses a um ano na Católica de Petrópolis. Ao mesmo tempo em que o Unilasalle-RJ recepcionará estudantes vindos de lá.

“Quando falamos em mobilidade acadêmica, normalmente associamos a uma experiência internacional. Nesse sentido, o passo novo que as duas instituições dão é valorizar as dimensões continentais do nosso país”, avaliou o Irmão Jardelino Menegat na ocasião, “Isso tem um impacto para o aluno, mas também para a IES, nos dizendo que temos muitas coisas boas para serem partilhadas, socializadas. Somos uma instituição nova ainda, com 16 anos de existência, enquanto a Católica de Petrópolis tem caminhada maior, já é universidade, contribui no sentido da excelência acadêmica. Nós talvez possamos contribuir com eles com nossas pequenas experiências em nível de gestão, inovação, empreendedorismo. A identidade também se reforça, por ser uma instituição católica”.

This post is also available in: en fr it

Share This Post